h1

Apelo

Agosto 21, 2008

Atravessa os caminhos da noite

e vem.

Nas fontes, vivas,

do meu corpo

saciarás a tua sede.

Os ramos dos meus braços

serão sombra rumorejante

ao teu sono, exausto.

Atravessa os campos da noite

e vem.

Luísa Dacosta, 

in CEM POEMAS PORTUGUESES NO FEMININO, (Terramar, 2005)

Arte de Steven DaLuz

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: