h1

O Escuro

Setembro 29, 2008

(…) – Dentro de cada um há o seu escuro. e nesse escuro só mora quem lá inventamos. Agora me entende?

– Não estou claro, Dona Gata.

– Não é você que mete medo. Somos nós que enchemos o escuro com nossos medos.

Mia Couto, O gato e o escuro

Imagem: Danuta Wojciechowska

Anúncios

4 comentários

  1. Excelente excerto… vou levá-lo de empréstimo por uns dias. 🙂

    Excelente blogue… Parabéns e obrigada pela tão boa colectânea de poesias.


  2. Até que enfim alguém se lembra de criar um espaço,para “todos os poetas” ,que por aí andam!É pena Pablo Neruda só ter dois,mas é um príncipio.
    Obrigada aos criadores deste site.


  3. recordo com ternura este texto o qual a Lua Cheia teatro para todos em 2002 fez um espectáculo com texto reescrito para teatro por António Loja Neves e o próprio Mia Couto. As imagens, deste belo livro, lamento não conhecer a pessoa que assina este blog, mas as do LIVRO “o Gato e o escuro” são de DANUTA WOJCIECHOWSKA.
    Aqui fica o reparo
    bem hajam!


  4. Obrigada, já está emendado. Foi um lapso porque eu até tenho o livro. Mas existe outra edição, suponho que brasileira, que tem outra ilustradora.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: