h1

O teu amor absoluto

Novembro 12, 2008

O teu amor absoluto

é como a hera que envolve as paredes da casa.

Quero ser a casa

e que arranhes a cal da minha pele

e te aninhes nos meus ouvidos fendas

e perturbes a porta minha boca.

E por fim

procures o perigo das janelas

e enfrentes os meus olhos

infinitos de mágoa

noite e assombração.

Rosa Lobato de Faria, in ‘A Noite Inteira Já Não Chega Poesia – 1983-2010’, Guimarães Editora, 2012

Imagem: Sami Briss

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: