h1

Primeiro a tua mão…

Novembro 13, 2008

Primeiro a tua mão sobre o meu seio.
Depois o pé – o meu – sobre o teu pé.
Logo o roçar urgente do joelho
e o ventre mais à frente na maré.

É a onda do ombro que se instala
É a linha do dorso que se inscreve.
A mão agora impõe, já não embala
mas o beijo é carícia, de tão leve.

O corpo roda: quer mais pele, mais quente.
A boca exige: quer mais sal, mais morno.
Já não há gesto que se não invente,
ímpeto que não ache um abandono.

Então já a maré subiu de vez.
É todo o mar que inunda a nossa cama.
Afogados de amor e de nudez
Somos a maré alta de quem ama.

Por fim o sono calmo, que não é
senão ternura, intimidade, enleio:
o meu pé descansando no teu pé,
a tua mão dormindo no meu seio.

Rosa Lobato de Faria

Imagem: Sami Briss

Anúncios

2 comentários

  1. Julgo que há aqui uma mistura de dois poemas diferentes de Rosa Lobato de Faria.
    A seguir a «…um abandono» vem
    «Então já a maré subiu de vez.
    É todo o mar que inunda a nossa cama.
    Afogados de amor e de nudez
    somos a maré alta de quem ama.»
    e ainda se segue uma quadra final…
    Seja como for gostei de ver a Rosa Lobato de Faria aqui bem divulgada neste dia do seu falecimento


  2. As pessoas partem,e nem nos damos conta da sua grandeza.Cesariny,Eugénio de Andrade,Florbela Espanca,Natália Correia …,tantos gigantes que partem e deixam um vazio.Esperemos que Rosa Lobato Faria não fique esquecida no tempo e na memória!



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: