h1

Perfil de primavera

Dezembro 17, 2008

Perfil de primavera

Nas mãos que eu ergo acima desta ausência.

O meu sangue desperta, cria raízes no teu sangue

Nos jardins desertos da nossa solidão.

As minhas mãos, as tuas mãos, os corpos abraçados

E a única cidade construída para o nosso amor:

Nua, inquieta.

Clandestina.

A tua boca no meu peito. Os beijos

Demorados. E todos os silêncios.

As ruas que eu abri no teu olhar

Começam nos meus dedos.

Vem,

Eu amo-te.

Joaquim Pessoa

Arte de Csaba Markus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: