h1

Primeiro encontro

Fevereiro 18, 2009

Veio da virtual imensidão

Como quem sai dum sonho ao acordar.

Ofereceu-me a face, para a beijar,

Com o rubor feliz duma emoção.

Convidei-a prá minha refeição.

E as velas sobre a mesa do jantar

Brilhavam no azul do seu olhar

Como estrelas no Céu duma ilusão.

O que comemos? Sei lá se comemos,

Que em profundos olhares nos perdemos

Como quem enlouquece a pouco e pouco.

Nem sei sequer se lhe falei de amor

Nesse meu derradeiro esplendor:

Última lucidez de quem está louco.

Cândido Felisteu

Imagem: Alexander Klevan

Anúncios

One comment

  1. Poesia graciosa e sutil. Me encanta a arte que tem os poetas de brincarem com as palavras e sempre resultar em versos de encantar.

    Beijos,
    Inês

    p.s. Vou dar uma sumidinha porque estou de mudança e ficarei um par de dias sem Internet. Espero que você mantenha-se firme no propósito de continuar o blog. Na volta lerei o que me falta.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: