h1

As mãos

Abril 13, 2009

Tenho para te dar as mãos vazias

e pouco mais, mas olha como são

as minhas mãos, que outrora foram frias

e hoje ardem ao calor da emoção

de sentir como espantam as sombrias

noites em que o negrume e a solidão

eram a manta com que te cobrias.

Torquato da Luz

Imagem: Elaine Lanoue

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: