Archive for Outubro, 2009

h1

Um dia

Outubro 8, 2009

De súbito, entre a sombria

roda dos dias iguais,

às vezes sucede um dia

que se distingue dos mais.

É um dia raro, feito

à medida do teu peito,

onde o meu busca repouso.

Um dia claro, luminoso

e sobre todos perfeito.

Um dia contra o cinzento

correr dos dias iguais,

no qual me invento e te invento

para sermos o momento

que não findará jamais.

Torquato da Luz

Arte de Andrey Remnev

Anúncios
h1

Súplica

Outubro 7, 2009

Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.

Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria…
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.

Miguel Torga

Imagem: Lisa G.

h1

O céu

Outubro 2, 2009

Assoam-se-me à alma

quem como eu traz desfraldado o coração

sabe o que querem dizer estas palavras.

A pele serve de céu ao coração.

Luís Miguel Nava

Imagem: Cicekly Kadin

h1

Dois rios

Outubro 2, 2009

O corpo dividido em duas partes

fechadas

à chave uma na outra, avanço

num duplo coração como se fosse

ao mesmo tempo num só barco por dois rios.

Luís Miguel Nava

Imagem: Bryce Brown