h1

Transparência

Dezembro 22, 2009

Na tua boca sem dizer uma palavra

Soletrei em todas as línguas a palavra amor

Sobre a tua pele desenhei, sem saber desenhar

Todos os contornos que tem o prazer

E por ser silêncio a palavra foi mais pura

E por ser transparente o gesto ficou gravado

Encandescente

Imagem: Manuel  Dominguez Guerra

Anúncios

4 comentários

  1. Lindissimo!!!
    Feliz Natal

    AP


  2. Belíssimo poema!

    De arrepiar!

    beijoca,

    neli


  3. Boa noite! Só gostava de te dizer, qem qer qe sejas, que te estou muito grata por me mostrares tao belissimas palavras, tao virtuosos autores. O teu blog fez me companhia durante muitas noites eternas, ajudou me a encontrar muito, em alturas perdidas.
    Obrigada,
    Débora *


  4. E voltarei!



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: