h1

Quantas vezes

Janeiro 26, 2010

Quantas vezes te esperei neste lugar
quantas vezes pensei que não chegavas
quantas vezes senti a rebentar
o coração se ao longe te avistava.

Quantas vezes depois de teres chegado
nos colámos no beijo que tardava
quantas vezes trementes e calados
nos entregámos logo sem palavras.

Quantas vezes te quis e te inventei
quantas vezes morri e já não sei.

Torquato da Luz

Imagem: Lisa G.

Anúncios

3 comentários

  1. Muito lindo, Gato Pingado!

    Quantas vezes já não esperei… Lindo!

    beijooo

    Neli


  2. Obrigada por estas preciosidades.
    Gosto muito do que colocas.
    Muito, muito lindo.

    Ana Pereira


  3. Grata surpresa em chegar aqui e constatar que você voltou. Blogs com a beleza e sensibiilidade do seu, fazem muita falta.

    A poesia de Torquato da Luz é belíssima. O amor é isso, um morrer todo dia sem saber.

    Beijos,
    Inês



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: