h1

Rosa Sangue

Julho 11, 2012

Ninguém te vai parar
Perguntar…
Fazer, saber… porquê
Vais ter de te oferecer
Entender,
O que fará viver
Vê…
Não basta ir
Voar, seguir
O cerco ao fim
Aperta, trai
Morde, engana a sorte cai
Não lembra de ti
É só amor desfeito
Rosa Sangue ao peito
Lágrima que deito
Sem voltar atrás
Cresce e contamina
Tolhe a luz à vida
E afinal ensina, quebra,
Dobra a dor e entrega
Amor sincero
Honra tanto esmero
Cala o desespero é simples
Tudo o que é da vida
Herdou sentido
Tem-te se for tido
Sabe ser vivido
Fala-te ao ouvido
E nasces tu…

Amor Electro

Letra: Jorge Cruz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: