h1

Tua ausência

Julho 20, 2012

Tua ausência cala o mundo,

o mar, os ventos.

Tua ausência desaba

silenciosamente

sobre os meus dias, soterrando

meu outono…

ela magoa demais o meu sossego.

(Tua ausência é essa substância densa)

Tua ausência é tão presente que é pessoa…

E me abraça.

Marla de Queiroz

Imagem: Cassandra Gordon-Harris

One comment

  1. Adoro vir aqui a este cantinho ler os poemas e observar as imagens tão maravilhosamente escolhidos. Parabéns pelo blogue!



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: