h1

Alma em vibração

Agosto 19, 2013

Parece-me ver sorrir de plácida
brancura o teu rosto ainda agora
esquecido da outrora primavera.

O meu rosto não é o rosto
de ninguém que finge ter no peito
o segredo da felicidade da alma.

O meu rosto e o teu
são dois rostos da mesma face.
Eu beijo-te nos olhos
a nobreza imaculada dos meus astros.

Dá-me a tua boca
para que possa ouvir o som
que ecoa nas letras das minhas palavras
como uma essência que alma em vibração.

Cláudio Cordeiro (a publicar)

Imagem: Douglas Hofman

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: