Archive for 21 de Setembro, 2013

h1

Desejo

Setembro 21, 2013

Deseja-o
como já não
se lembrava
de o ter
o seu corpo
arde em silêncio
os lábios
latejam
pedindo
as pernas
tremem
o coração bate
descompassado
todo o corpo
num frémito
crescente
Hesita
insegura
Deseja-o
Enlaça-o
num ímpeto
esmaga-lhe
os lábios
húmidos
percorre-lhe
o corpo
tateando
todas as saliências
deita o seu
no dele
não hesita
toma posse
e
em movimentos
estonteantes
ritmados
vibrantes
amam-se
amam-se
sofregamente
como se
não houvesse
amanhâ

Fátima Guimarâes (a publicar)

Imagem: Rodin

Anúncios
h1

A noite desce

Setembro 21, 2013

Como pálpebras roxas que tombassem
Sobre uns olhos cansados, carinhosas,
A noite desce… Ah! doces mãos piedosas
Que os meus olhos tristíssimos fechassem!

Assim mãos de bondade me embalassem!
Assim me adormecessem, caridosas,
E em braçadas de lírios e mimosas,
No crepúsculo que desce me enterrassem!

A noite em sombra e fumo se desfaz…
Perfume de baunilha ou de lilás,
A noite põe-me embriagada, louca!

E a noite vai descendo, muda e calma…
Meu doce Amor, tu beijas a minh’alma
Beijando nesta hora a minha boca!

Florbela Espanca,

in LIVRO DE SOROR SAUDADE (1923), in SONETOS (Ediclube, 1995)

Imagem: Botelho ( retrato de Florbela Espanca )