h1

Dá-me um abraço

Outubro 17, 2013

Dá-me um abraço,
Meu amor,
Une teu corpo ao meu,
Sente meus lábios nos teus,
Estrangula esta ansiedade
Feita de espasmos de amor!…

Dá-me um abraço,
Meu amor,
Que, neste abraço apertado,
Há um rio que brota em mim,
Que corre para a tua foz;
Ele é fonte que alimenta
Este amor que há em nós!…

Acácio Costa, in Palavras Nossas (Estados de alma)- volume II

Arte de Tatyana Ilieva

3 comentários

  1. Como todos os poemas deste magnifico escritor, poeta, são uma maravilhosa conjuntura de palavras que saem da sua alma e nos oferecem estes excelentes poemas que nos fazem também tocar a nossa alma! Genial poeta, continue, um abraço bem apertadinho..


  2. Desconhecia este seu poema e o seu livro. Irei procurá-lo nas livrarias. Gostei muito.


  3. Que belo poema poeta Acácio Costa.Um Abraço faz tão bem….Beijinhos❤
    Rita Melo Rabelo



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: