h1

Estamos equivocados

Agosto 11, 2014

Estamos equivocados,
nunca fomos iguais,
tu és teimoso e eu dócil.
Há que penetrar,
adentrar-se demasiado
no que tu insinuas,
mas esse é um modo de te perder.
O segredo é não tentar que fiques.
Não somos iguais, poema,
tu desistes, eu ardo.

Zoé Valdés

Arte de Rafel Olbinski

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: