h1

Eram dois

Agosto 25, 2014

Eram dois
dois corpos entrelaçados
que se amavam

Eram como feixes de luz
que se cruzavam

Eram como fios de vida
que se atavam

Eram dois
dois corpos ligados
que se libertavam

Porque tudo o que dantes
entre eles
eram fronteiras,
sombras e barreiras

Naquele instante
os dois fogosamente
dentro e fora deles
atravessavam…

José Gabriel Duarte, in As Cores do Desejo

Arte de Inna Tsukakhina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: