h1

Perda

Setembro 5, 2014

Na luz dos teus olhos
vi um brilho que me iluminou
uma mão que se estendeu
onde meu coração pousou
Foram apenas breves
instantes de pássaro fugido
triste coração regressa
para dentro de si escondido
Mas a recordação é perene
como luzes em enxame
num voo que pica a carne
e a deixa exangue
Deixando na pele a marca
da espera que não se alcança
remate burlesco da desfeita
de quando se perde a esperança
Da memória viva ao viver do sonho
vai a distância de uma vida
aquilo que é é aquilo que tenho
é coisa achada é coisa perdida

José Bernardes, in Palavras Imóveis 

Arte de Jantina Peperkamp

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: