Archive for Maio, 2013

h1

Se me deixares, eu digo

Maio 30, 2013

Se me deixares, eu digo

O contrário a toda a gente;

E, neste mundo de enganos,

Fala verdade quem mente.

Tu dizes que a minha boca

Já não acorda desejos,

Já não aquece outra boca,

Já não merece os teus beijos;

Mas, tem cuidado comigo,

Não procures ser ausente:

– Se me deixares, eu digo

O contrário a toda a gente.

António Botto

Imagem: Ingrid Tusell

Anúncios
h1

Dá-me um lugar

Maio 26, 2013

dá-me um lugar onde possa reclinar a cabeça
um colo onde possa adormecer
e te saiba por perto

dá-me mãos inteiras de chuva
os lírios que a manhã me trouxe aos olhos
uma única razão para o dilúvio

e eu dar-te-ei um verso
do tamanho de uma casa

José Rui Teixeira

Imagem: Katherine Fraser

h1

És o meu poema favorito

Maio 22, 2013

És o meu poema favorito

irei ler-te esta noite,

desnudarei os teus segredos

e junto descobriremos

os parágrafos do amor,

para assim fazer que a noite

nos marque uma hora na outra vida.

Ulises Sánchez

Imagem: Andrei Protsouk

h1

No silêncio que guardo quando partes

Maio 19, 2013

No silêncio que guardo
quando partes

que escondes sob os
dedos

que se prende

que me deixa no corpo
este calor
da falta do teu corpo como sempre

Maria Teresa Horta

Imagem: Jagannath Paul

h1

Sei que sou teu

Maio 19, 2013

Se me esfolassem agora
encontrariam o teu nome
colado num dos meus ossos.

De mim continuariam a nada entender.
Quanto a mim, sei que sou teu.

Manuel Cintra

Imagem: Andrei Protsouk

h1

O amor

Maio 5, 2013

amor